sábado, 7 de Fevereiro de 2009

DIETA DO ARCO ÍRIS - cores dos alimentos e chakras













O QUE é A DIETA DO ARCO ÍRIS

As vibrações dos alimentos que comemos são absorvidos em primeiro lugar visualmente. A cor e a disposição da comida que nos é apresentada, cria uma certa disposição mental e fisiológica. O aroma e o sabor vêm aumentar ainda mais esta disposição, através das nossas respostas ao aroma e sabor do alimento.

Dependendo no tipo de alimento que o nosso corpo necessita num determinado momento, tornamo-nos, consciente ou inconscientemente, atraído por sabores, cheiros e cores dos diferentes alimentos. A Dieta do Arco Íris concentra-se principalmente no significado das cores dos alimentos.

Parte-se do princípio de que tudo o que existe no Universo, incluindo os alimentos, vem de Deus (ou qualquer outro nome que queiram atribuir à força original criadora do Universo) e são nutridos pela energia de Deus. Esta energia tem sido descrita como prana universal, consciência universal, força cósmica, entre outros nomes. Tudo está em relação harmoniosa com esta energia primordial, incluindo os alimentos. Na Dieta do Arco Íris, todos os alimentos têm um alinhamento vibracional com os 7 chakras principais e as suas cores, que por sua vez reflectem o arco-íris.

PRINCÍPIOS DA DIETA DO ARCO ÍRIS

Cada alimento, através da sua cor, pode ser relacionado a uma cor e energia específicos de um chakra em particular alimentos de cores diferentes são ideais para energisar, equilibrar e curar os chakras com as cores correspondentes cada alimento colorido energisa, limpa, build, cura e re-euilibra as glândulas, orgãos e nervos associados ao chakra da mesma cor o objectido desta dieta é ajudar a equilibrar, mum ciclo regular diário, cada chakra individualmente, os orgãos que lhes estão associados e o sistema de chakras como um todo.

Se olharmos para as plantas como energia solar condensada e colorida, começamos a ter uma ideia mais clara do conceiro da Dieta do Arco Íris. No conceito de planta estão incluídos as raízes, folhas, flores, frutos, sementes, ou seja, TODAS as partes de uma planta, não só as folhinhas verdes.

Num plano físico, os alimentos são o interface principal entre os seres humanos e a Natureza, e as cores dos alimentos são uma mensagem, uma pista que a Natureza nos dá sobre a energia e conteúdo biomolecular de todos e cada um alimento colorido que abundam na Natureza.

No entanto, o ponto central desta dieta não é a terapia da cor como tratamento de doenças, mas sim um meio natural de, através da nossa dieta diária, equilibrar e tonificar o corpo, os chakras e os seus orgãos correspondentes. Serve como um sistema de manutenção da saúde a todos os níveis.
APLICACÃO DA DIETA DO ARCO ÍRIS

Equilíbrio é a chave desta dieta. A sua aplicação é baseada na ideia de que todos os chakras, mesmo tendo ritmos vibratórios diferentes e tipos de consciência diferentes, são criados de forma semelhante. Todos eles devem ser igualmente nutridos. A Dieta do Arco Íris engloba o espectro completo de alimentos, o espectro completo dos chakras através das várias fases do dia.
A manhã começa com os primeiros 3 chakras: vermelho, laranja e amarelo. Ao meio-dia temos os chakras 3 a 5 - amarelo, verde e azul. À noite, os chakras 5 a 7 - azul, indigo e violeta-púrpura. A cor branca pode ser usada a qualquer altura do dia, pois representa a totalidade do espectro solar. Esta sequência está em alinhamento com o padrão geral do despertar dos chakras.

A estimulação e harmonização diária dos chakras através do uso das cores apropriadas nos alimentos, mantém um equilíbrio que é importante na vida espiritual. Se tentarmos estimular e recarregar os chakras "mais elevados" por um longo período de tempo, é possível que subtilmente percamos o nosso centro, a nossa base.

Há excepções a este padrão. Uma delas é o uso de apenas uma cor durante períodos limitados de tempo, com o intuito de energisar um chakra específico que esteja debilitado e os orgãos que lhes estão associados. Também podemos querer, num deteminado dia, activar subtilmente um determinado chakra para obter um fim específico e para isso, nesse dia comemos mais dos alimentos coloridos que estimulam esse chakra.

A Dieta do Arco Íris é um sistema de apoio que nos ajuda a um desabrochar espiritual mais centrado e harmonioso.

É um princípio organizador e um nível de consciência alimentar que nos vai ajudar a desenvolver as nossas dietas individualizadas para um vida espiritual.

Estes princípios podem ser adoptados por qualquer dieta que exclua a ingestão de animais.

VAMOS PARA A MESA!

De manhã

Vermelho, laranja e amarelo são as cores dos alimentos que dão apoio ao primeiro, segundo e terceiro chakras. Exemplos de alimentos que aqui se incluem: frutas como maças, laranjas, bananas, melancia, goji berries, morangos, framboesas (excelente começar o dia com frutas). A cor amarelo inclui os cereais dourados e castanhos como o trigo, arroz, milho, trigo sarraceno, aveia e centeio. O amarelo também inclui quase todos os frutos secos e sementes - sementes de sésamo, girassol, abóbora, amêndoas, nozes. Colocando as sementes e frutos secos de molho e germinando-os, eles tornam-se alcalinos no corpo e combinam bem com as frutas. As sementes e frutos secos demolhados e/ou germinados são particularmente bons para pessoas com desequilíbrios nos níveis de açucar no sangue.

Meio-dia

Alimentos com as cores amarelo, verde e azul são comidos para dar força ao terceiro, quarto e quinto chakras. A cor predominate para a refeição do meio-dia é o verde. Esta é a altura ideal para comer saladas e outros pratos com vegetais verdes - germinados, abacates, diversas alfaces, rúcula e vegetais de cor verde escura. Embora a cor principal seja o verde, não quer dizer qua não se incluam pequenas quantidades de alimentos de cores diferentes, como o tomate, cenoura, pimentos. etc.

À noite

Aqui predominam as cores azul, indigo e violeta para melhorar o desempenho do quinto, sexto e sétimo chakra. A cor dourada também é aqui incluída porque o chakra da coroa é associado tanto à cor violeta como à dourada. Pode-se também incluir alguns legumes verdes e rebentos.


Segue uma lista de alimentos das diversas cores. Para as cores da manhã e do meio-dia não são dadas muitas sugestões porque estas cores são fáceis de encontrar. E é também importante não se restringir ao que vem na lista e fazer desta uma religião obsessiva, por isso as listas foram minimizadas. As cores azul e indigo não são tão fáceis de encontrar, portanto incluem-se aqui alguns exemplos de alimentos destas cores.

Alimentos amarelo-dourado

Cereais: diferentes variedades de trigo, centeio, aveia, cevada, milho, arroz, sorgum, trticale, millet e quinoa.

Frutas: tâmaras, maças douradas, alperce, tângera amarela, pêras douradas, bananas, melões, manga, papaia, ananás.

Frutos secos e sementes: sementes de girassol, sementes de sésamo, sementes de abóbora, soja, avelãs, amêndoas, nozes, pistáchios, nozes do Pará, cajús, pinhões.

Feijões: lentilhas, grão-de-bico.

Vegetais e ervas: abóbora amarela, couve-flor, espargos brancos, rabanetes brancos, cebolas brancas e amarelas, alho-porro, alho, gengibre, canela.

Alimentos violeta

Cereais: quinoa violeta, milho violeta, amaranto.

Frutas: cerejas pretas, figos violeta, uvas, ameixas, maracujá, cacau, uvas passas, groselha-negra, amoras.

Vegetais e ervas: beringela, beterraba, brócolo roxo, nabos, espargos roxos, dulse, nori, arame, hijiki a muitas outras algas violetas, batata-roxa,cenoura-roxa, cebola violeta, couve-roxa, algumas variedades de feijões, couve crespa violeta, baunilha, azeitonas, basilico-roxo, tomilho, pimenta preta.

Alimentos azuis

Cereais: milho azul

Frutas: mirtilos, ameixa azul

Ervas: alecrim, salva, flores de borragem, hissopo
É importante notar que certos alimentos mudam de cor à medida que amadurecem, como é o caso do ananás - verde passa para amarelo, quando amadurece.

A Dieta do Arco-Íris é uma abordagem simples e natural à nutrição,que se centra no ciclo de 24 horas do dia. Comer os amentos pelas suas cores é como comer uma cor particular do sol. Torna-nos mais próximos das forças da Natureza.

Este artigo é baseado no trabalho de Gabriel Cousens e no seu livro Spiritual Nutrition. http://www.treeoflife.nu/

Fonte: /Natureza Criativa - Visite!

Sem comentários:

Direitos do Leite da terra

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte poderá ser reproduzida, de forma alguma, sem a permissão formal por escrito do seu autor, excepto as citações incorporadas em artigos e ou postes com os devidos créditos